Quer ser um profissional de SEO? Saiba as competências que deve ter


Profissional SEO - Competências

É costume dizer-se que o SEO tem tanto de arte como de ciência. Uma das componentes do SEO é saber o que as pessoas procuram e criar páginas que respondam a essas procuras, mas há também todo um outro lado técnico que é indispensável para ser um bom profissional de SEO. Os melhores profissionais que conheço têm uma formação na área tecnológica.

A parte de descobrir o que as pessoas procuram é simples de aprender e dominar. O manual de Marketing Digital e SEO que estou a escrever vai ajudar a perceber esta parte facilmente (e a parte técnica também). Embora os conceitos sejam fáceis de entender, a parte técnica já é outra coisa completamente distinta, sendo necessário um esforço bem maior para a dominar.

Para clarificar desde já a minha opinião, não acredito que se possa ser um bom profissional de SEO sem dominar razoavelmente a parte técnica, pelo menos se quiser ser um profissional de SEO transversal e gerir projetos de otimização como consultor SEO independente, como é o meu caso. Se porventura trabalhar numa agência, com técnicos específicos que tratam da componente técnica, já não precisa de ser tão técnico como os técnicos, mas conhecer o lado mais técnico das coisas irá ajudá-lo a falar a mesma língua e fazer com que o trabalho em equipa funcione melhor.


Vejamos abaixo as competências que um profissional de SEO, na minha opinião, deve ter:

  • Ter uma formação académica na área tecnológica é importante embora não obrigatória. O SEO é uma área que abrange várias disciplinas: programação, matemática, lógica, estatística, multimédia, etc e ajuda ter uma bagagem que inclua estas componentes.
  • Formação na área do Marketing também pode ajudar, especialmente em Marketing Digital, embora não considere obrigatório.
  • Um conhecimento profundo sobre o funcionamento dos motores de busca e como estabelecem o ranking das páginas web.
  • Ser um utilizador avançado no que diz respeito a queries de pesquisa nos motores de busca.
  • Entender como funciona a pesquisa local e como otimizar um negócio local (SEO Local).
  • Ter capacidades analíticas
    • Deve ser capaz de analisar e descobrir quais as palavras-chave mais relevantes e quais a palavras-chave que se deve focar nas várias fase do processo de otimização (keyword researching e targeting)
    • Saber como analisar os websites da concorrência e estabelecer um plano de ação para os combater
    • Deve ser objetivo e decidir com base em dados
  • Deve ter uma postura adaptativa - as coisas mudam rapidamente nesta área e deve ser rápido a adaptar-se a novas realidades.
  • Saber a importância da localização e personalização no que diz respeito à pesquisa.
  • Ser capaz de definir um plano que seja coerente com o negócio e com a sua estratégia de marketing.
  • Conhecimentos de office, sobretudo excel.
  • Conhecimentos de HTML, CSS, UX (user experience) e IA (information architecture).
  • Conhecimentos de e-commerce e plataformas de e-commerce.
  • Saber como otimizar websites multilingue e multipaís.
  • Conhecimentos de programação, especialmente em linguagens para a web (PHP, JavaScript, etc.).
  • Experiência com alojamentos e software de gestão do alojamento (Cpanel por exº).
  • Conhecimentos de gestão de bases de dados e SQL (Mysql por exº).
  • Experiência com CMS (Exº wordpress).
  • Conhecer todos os fatores e elementos on-page relevantes para otimizar uma página web.
  • Saber como estruturar um website e detetar problemas de estrutura.
  • Saber o que são content silos e páginas temáticas.
  • Saber gerir URLs, redirects 301/302 e canonização.
  • Dominar ferramentas de rastreamento (exº Screaming Frog).
  • Experiência na escrita de conteúdos relevantes, autoritativos mas também fáceis de ler e compreender.
  • Saber executar link building seguro e de acordo com as regras dos motores de busca.
  • Indexação e Sitemaps XML.
  • Conhecimentos avançados da “Google Search Console” e como monitorar e otimizar um website com esta ferramenta.
  • Conhecimentos avançados de “Google Analytics”.
  • Saber a importância de um website mobile e/ou responsive e de ter uma abordagem “mobile first”.
  • Ser curioso, ser um leitor ávido sobre tudo o que diz respeito aos motores de busca e otimização de websites.
  • Fornecer updates regulares sobre a evolução da otimização e demonstrar os resultados do investimento.
  • Fortes conhecimentos de Inglês.
  • Saber desenvolver landing pages que capturem “leads” e tenham fortes “call-to-actions”.
  • Saber medir a velocidade de uma página/website, perceber e remediar problemas de performance. Saber utilizar e implementar as recomendações da “Google PageSpeed Insights”.
  • Conhecer e saber implementar “rich snippets” e “schema markup”.
  • Manter-se atualizado no que diz respeito às alterações dos algoritmo dos motores de busca.
  • Saber como otimizar imagens e vídeo.
  • Saber implementar e gerir campanhas publicitárias nos motores de busca - Adwords/PPC.
  • Ferramentas SEO e Métricas.
  • Experiência na Gestão de Redes Sociais: Linkedin, Facebook, Twitter, Pinterest, Youtube.
  • Experiência em E-mail Marketing

Apesar de, à primeira vista, esta lista de competências parecer enorme e assustar o iniciante em SEO, durante a actividade de SEO certamente encontrará desafios novos, que o obrigará a estudar e compreender novas técnicas, plataformas, ferramentas, etc. Quando parece que já aprendemos tudo, aparece alguém ou alguma coisa que muda tudo. Há quem diga, como é o meu caso, que isto é a parte gira de ser um profissional de SEO.

TAGS

seo sem