SEO em Portugal em português e no resto do mundo

SEO em Portugal

Este post começou por ser um post sobre os nossos serviços, sobre o que fazemos melhor e no que somos especialistas. A cada frase que escrevia, surgiam-me mais ideias e deambulações sobre o SEO, sobre a minha perceção do mercado, dos fornecedores de serviços de seo e sobretudo sobre a perceção que o público em geral, e as empresas em particular, têm sobre o SEO. Gostaria de começar com uma afirmação em que acredito: O SEO em Portugal não está a ser explorado, nem de perto nem de longe, na sua plena potencialidade. Apesar de em Portugal isto ser comum em quase todas as áreas de negócios, no SEO por vezes sinto que ainda estamos na idade da pedra. Será que os empresários, os diretores de marketing das empresas, os profissionais liberais, (etc, etc, etc...) ainda não perceberam que grande parte dos seus potenciais clientes compram online, e os que compram nas lojas já pesquisaram online pelos produtos e serviços que pretendem comprar nas lojas. Arriscaria a dizer que a decisão de compra é suportada hoje em dia com o recurso ao online, onde os motores de busca têm um papel predominante.

Porque razão o SEO é, hoje em dia, indispensável?

O SEO é absolutamente indispensável. É indispensável se pretende resultados a longo prazo. Poderá sempre apostar em campanhas de adwords e pagar ao Google para licitar nas palavras-chave mais importantes para o seu negócio. Mas será que essa estratégia é vantajosa a longo prazo? E a sua concorrência, também não está a fazer o mesmo? O primeiro lugar nos resultados orgânicos do Google é só para uma página, uma página de um único website. É sabido que as primeiras posições nos resultados da pesquisa conseguem o maior número de cliques. Um website que não contenha as suas páginas na primeira página do Google é como se não existisse. A posição nos resultados orgânicos (aqueles que não são pagos, e para os quais precisa de um especialista em SEO para os obter) têm um efeito curioso nas pessoas. Esse efeito é um efeito psicológico, mas mesmo assim potentíssimo - o efeito de validação e credibilidade. Quem pesquisa entende que os primeiros resultados são os melhores resultados, os mais importantes, os mais credíveis. Esta credibilidade é transferida diretamente para quem os ocupa, só necessita de arranjar forma de colocar nesses lugares as páginas do seu website, com os seus produtos e serviços. Lembre-se, a pesquisa nos motores de busca é hoje em dia incontornável...Quando foi a última vez que não usou um motor de busca para pesquisar um produto ou serviço?

Como escolher a melhor empresa de SEO?

Não é fácil tomar essa decisão. O que todas as empresas querem é vender, é por isso importante conseguir separar as empresas verdadeiramente conhecedoras de SEO daquelas que apenas querem cobrar mais uns euros efazer mais um negócio. Um conselho que eu deixo aqui será não nos deixarmos levar pelas técnicas de marketing elaboradas, pela astúcia de um vendedor de serviços de SEO, mas sim educarmo-nos antes de nos comprometermos. Recomendo que investiguem alguns dos aspetos mais relevantes do SEO para que consigam fazer perguntas diretas, que permitam avaliar o conhecimento de quem está do outro lado. Uma coisa é certa, quem é bom em SEO não tem pressa em vender-lhe os seus serviços, provavelmente ficará é preocupado em como encaixar mais um cliente dentro do leque de clientes com que já trabalha. Uma boa empresa de SEO não tem vendedores a ligar-lhe a toda à hora, aliás, não tem mesmo vendedores, não precisa porque os seus clientes encontram-na, diretamente na pesquisa do Google. Deixo-lhe ainda esta pergunta para que reflita um pouco nela - Confiaria numa empresa de SEO que não consegue colocar as suas próprias páginas no topo dos resultados dos motores de busca?

Mas voltemos ao tema principal deste post. Quem somos nós?

Somos consultores SEO, que executam serviços de seo, mas não nos restringimos a fazer SEO em Portugal. Temos na nossa equipa consultores seo que dominam a língua inglesa, o castelhano e o francês.

Os nossos serviços são utilizados por empresas de todo o mundo, isto pela facilidade com que gerimos campanhas de seo em vários idiomas. É certo que qualquer profissional de SEO deve dominar a língua Inglesa, afinal esta é a língua com maior expressão mundial, sendo que o Inglês é a língua franca da internet.

Mas isto não quer dizer que só se fala o Inglês na Internet, vejamos algumas estatística:

Idiomas na internet

fonte: http://www.internetworldstats.com/stats7.htm

Mas afinal porque razão trazemos o tema dos idiomas para este post? Trazemo-lo, porque para ser possível fazer campanhas SEO a nível global, as empresas de SEO devem ter consultores que dominem pelo menos as línguas principais. Se assim não fosse, como poderiam aceitar projetos de âmbito global? Vejamos um exemplo de um site de ecommerce. Além do seo para ecommerce ser por si só já uma disciplina complexa, muitos sites de ecommerce têm uma projeção global. Abaixo colocamos algumas das tarefas que normalmente executamos para empresas de ecommerce internacionais:

  • Tradução de conteúdos do Inglês, Francês e castelhano para Português
  • Análise e pesquisa de keywords em Português
  • Descoberta de oportunidades de link building de sites portugueses para a secção portuguesa do site de ecommerce
  • Marketing de conteúdos em Português

Quais as vantagens que apresentamos aos nossos clientes?

Sermos Freelancers de SEO em Portugal apresenta algumas vantagens para os nossos clientes. Desde logo somos técnicos altamente qualificados, mas não deixamos de ter preços competitivos. Isto acontece na maioria das áreas em Portugal, principalmente nas áreas tecnológicas. Somos reconhecidos mundialmente como trabalhadores capazes, e que devido principalmente ao custo de vida mais baixo em Portugal, bastante competitivos em relação por exemplo ao mesmo trabalhador Norte Americano ou do norte da Europa, com as mesmas capacidades técnicas. Ao contrário de uma agência SEO, os nossos clientes têm apenas um interlocutor, com quem falam sobre todos os aspetos relevantes do seo para o seu website. Ao contrário, numa agência tradicional, um cliente reúne com um vendedor/gestor de projeto, que por sua vez leva os requisitos para o designer web, que trabalha em conjunto (esperemos!) com o programador web na construção do website e por sua vez entra o especialista em SEO, que traz a sua competência para o projeto. Só aqui já temos quatro profissionais envolvidos, não admira que os custos disparem.

Um freelancer em SEO, como profissional deve ser especialista na web, ponto! Deve ser capaz de dominar todas as áreas e toda a envolvência de um projeto de seo. Só assim consegue ter sucesso, sendo um especialista em SEO e fazer com que os sites dos seus clientes subam no ranking e recebam tráfego qualificado.

E projetos SEO em Portugal com expansão internacional?

Apesar de ser comum trabalharmos a componente de SEO Português de websites internacionais, temos também muitos clientes nascidos no nosso Portugal, mas com aspirações internacionais.

Gostaria de saber mais informações sobre casos de sucesso de projetos de SEO portugueses com expansão internacional? Deixe-nos uma mensagem através do nosso formulário de contacto para lhe podermos mostrar como conseguimos colocar alguns dos nossos clientes no topo dos motores de busca em todo o mundo.

Já que estamos numa de competências, que outras competências deve ter um profissional de SEO?

Bem, as competências de um consultor SEO devem ser várias. É costume dizer-se que o SEO tem tanto de arte como de ciência, o que concordo plenamente. A componente técnica de um especialista em SEO deve ser fortíssima. Não acreditamos que existam bons especialistas em SEO, se não tiverem o conhecimento técnico suficiente para por um lado, entender todas as questões técnicas que envolvem esta área, mas também a capacidade de as implementar.

Vejamos as competências que temos na nossa equipa, e que são também importantes na hora de escolher uma empresa ou consultor SEO:

  • Elevado conhecimento dos algoritmos dos motores de busca
  • Domínio das linguagens HTML/CSS/Javascript/XML. Estas são as linguagens utilizadas para a criação das páginas web.
  • Conhecimento de linguagens de programação para a Web ( PHP, ASP, Python, Ruby …)
  • Prática e conhecimento na utilização de servidores Web (Apache, IIS, nginx ...)
  • Conhecimentos em sistemas de gestão de bases de dados (MySql, Sql Server, Oracle ...)
  • Domínio da linguagem SQL, utilizada para manipular dados nos sistemas de gestão de bases de dados
  • Conhecimento de Web Analytics (Google Analytics, Comscore ...)
  • Conhecimento dos principais CMS (Wordpress, Drupal, ...)
  • Conhecimento das principais plataformas de ecommerce (Prestashop, Magento, Shopify ...)
  • Deve ter noções sobre copywriting (escrita comercial) para a web

A formação como fator importante

A formação é importante em todas as áreas, mas mais ainda em SEO. Já referimos que consideramos um fator importante os conhecimentos técnicos nas tecnologias utilizadas em SEO. É importante também referir que a formação em SEO formal é uma mais valia para dotar o profissional de seo de bases sólidas para assim exercer a sua profissão com qualidade e segurança. O ponto da segurança é muito importante, segurança e responsabilidade. Pedem-nos (aos profissionais de seo) que coloquemos páginas nas melhores posições possíveis nos resultados dos motores de busca, que tragamos mais tráfego qualificado para os websites que convertam em mais compras dos seus produtos e serviços. Tudo isto deve ser feito tendo em conta as regras dos motores de busca, isto é, de uma forma considerada aceitável e segura. Não era a primeira vez que "especialistas em SEO" menos escrupulosos, com a ânsia de resultados rápidos, atuam de forma a penalizar os websites dos seus clientes e fazer com que o seu website desapareça dos motores de busca. Percebe a importância de encontrar um profissional de SEO responsável, que saiba o que fazer? Além da formação acadêmica, todo o saber de um profissional de SEO deve ser obtido de fontes credíveis. No meu caso específico, posso demonstrar o quanto acredito na formação e no saber vindo de fontes credíveis. Sou membro da SEMPO desde 2008, que pode comprovar aqui, onde fiz a minha formação de SEO. 

Deve contratar uma agência de SEO ou um freelancer de SEO?

Quanto dinheiro tem para gastar? Agora a sério...a resposta é depende. Existem excelentes agências de SEO, algumas delas em Portugal. Tudo depende do investimento que tem para este tipo de marketing na internet. As grandes empresas, com milhares de euros disponíveis para as campanhas de marketing digital escolherão normalmente agências seo com reputação no mercado. Essas empresas têm nos seus quadros profissionais que conseguem gerir uma campanha com sucesso. Quando não têm, subcontratam-nos, a nós e a outros profissionais desta área para suprir as necessidades do momento. Já tinha referido que somos contratados frequentemente por agências de marketing digital? É muito provável que a componente SEO do seu website esteja a ser trabalhada por um profissional freelancer, como é o nosso caso...Isto é muito comum acontecer, principalmente nas agências de marketing digital que não têm quadros nesta área ou têm demasiado trabalho em determinada altura.

No caso das pequenas e médias empresas, a figura é bastante diferente. Normalmente não têm capacidade para investir grandes somas de dinheiro no SEO e no Marketing Online. É aqui que podemos ser uma grande ajuda. Temos a melhor qualidade em serviços SEO, a uma fração do custo. No nosso caso somos mesmo especializados em pequenas e médias empresas, e sentimo-nos realizados quando conseguimos derrotar um gigante online. Pois é, há uma coisa que deve saber: O online é um meio muito mais democrático que o meio tradicional. No online um gigante pode ser derrotado por um concorrente com um décimo da sua dimensão. O que me diz a isso? Nunca foi tão fácil equilibrar a balança como agora, e nada nos dá mais prazer quando isso acontece, conseguirmos, junto com o nosso cliente, roubar uma fatia considerável de clientes e negócios aos Golias desta vida. Só isto pode fazer com que um negócio vingue e cresça!

E você, o que acha do SEO em Portugal?

TAGS

seo